Portugal e o Brasil vão jogar no Gillette Stadium a 10 de Setembro

Ao fim da tarde de terça-feira, os promotores distribuiram um comunicado a confirmar que “o Brasil, campeão da Taça das Confederações de 2013, e Portugal, actualmente número seis no ranking mundial, vão defrontar-se num jogo internacional de carácter amigável a disputar no Gillette Stadium na terça-feira, 10 de setembro. O pontapé de saída está marcado para as 20:30.”

O jogo foi inicialmente divulgado em fins de Abril, em comunicados publicados simultaneamente pelas Federações de Portugal e do Brasil. No entanto, quando contatamos o New England Revolution, já que a família  Kraft é proprietária do Gillette Stadium e como tal tem de aprovar qualquer evento que se realize naquele estádio, foi-nos dito que o contrato entre as três entidades ainda não havia sido assinado e por isso ninguém em Foxboro poderia prestar declarações, a nível oficial, sobre o jogo.

Mas, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) publicou uma nota no seu site, confirmando que “no dia 9 de setembro, em Boston, defrontam-se Portugal e Brasil. A partida realiza-se no Gillette Stadium e a escolha da cidade norte-americana está relacionada com a numerosa comunidade portuguesa que vive naquela região dos Estados Unidos.”

A escolha da data de 9 de Setembro também foi explicada. Segundo a FPF, “apesar de a data apontada oficialmente pela FIFA ser o dia 10 de setembro, as seleções acordaram jogar um dia antes por forma a ceder os futebolistas mais cedo aos seus clubes e, assim, minimizar os efeitos das ausências numa altura em que a época ainda irá no seu início.”

Porém, desde essa data até à passada terça-feira, nada mais foi dito. Finalmente, na terça-feira, o comunicado confirmou aquilo que os adeptos locais aguardavam com ansiedade, ou seja que os dois países irmãos vão jogar a 10 de Setembro, em Foxboro.

No comunicado, os organizadores anunciaram que “o jogo, que será disputado durante a janela de competição da FIFA, vai incluir duas das melhores equipas do mundo, incluindo dois dos três melhores jogadores do mundo, o Brasileiro Neymar e o Português Cristiano Ronaldo.”

Quando o jogo foi inicialmente anunciado, Portugal era, “teoricamente,” a principal atração por estar em sexto lugar no ranking mundial da FIFA, enquanto que o Brasil estava no pior ranking da sua história, no décimo nono posto, acabando posteriormente por cair para a vigésima segunda posição.

Mas, no passado domingo o Brasil, que como país anfitrião ficou automaticamente apurado para o Mundial do próximo ano, conquistou a Taça das Confederações, prova em que participam os campeões de todos os continentes. Na final, o Brasil esmagou os actuais campeões do Mundo e da Europa, a Espanha, pela expressiva marca de 3-0, pelo que decerto irá dar um salto enorme no novo ranking da FIFA que será divulgado amanhã.

Portugal, por sua vez, está com uma situação algo complicada na fase de apuramento pois tudo indica que só poderá aspirar a conseguir presença no Brasil caso consiga manter o segundo lugar no seu grupo e depois conquistar o acesso através do playoff. Há que não ignorar que embora Portugal esteja presentemente na liderança do seu grupo, com mais quatro pontos do que a Rússia, o certo que a nossa selecção disputou mais dois jogos e as duas equipas já se defrontaram, registando resultados iguais, vitória por 1-0 da equipa da casa.

Obviamente os nossos leitores estão ainda recordados que o actual seleccionador do Brasil, Luiz Filipe Scolari, foi o técnico que  levou Portugal à final do Europeu de 2004 e às meias-finais do Mundial de 2006 na Alemanha.

Curiosamente, quando dirigia os destinos da selecção portuguesa, Scolari inspirou em todo o país uma paixão jamais vista em torno da selecção, despertou um patriotismo que levou a que houvesse Bandeiras Portuguesas em praticamente todas as janelas e varandas. Scolari transportou essa estratégia para o seu Brasil, e, não obstante os protestos que levaram centenas de milhares de pessoas para as ruas do país, a contestar a política económica da nação, os adeptos encheram por completo o Maracanã durante a final, inundando as bancadas durante a espectacular vitória sobre a Espanha com um sentimento de patriotismo jamais visto anteriormente naquele estádio.

“O que testemunhamos ontem foi algo que eu nunca havia testemunhado,” disse Joseph S. Blatter, presidente da FIFA, um dia depois da final. “O Maracanã tem algo muito excepcional. Quando visitei pela primeira vez o Maracanã em 1975, e depois anos mais tarde, havia sempre algo especial, aquele rugido. Eu sempre digo que um estádio assim pode ser comparado com uma igreja — não uma igreja, mas uma catedral. E então, ontem, para repetir essa sensação no Maracanã era necessário que houvesse tudo. Em primeiro lugar, os actores, as equipas. Os campeões do mundo de um lado, e os aspirantes ao título mundial, e penta campeões mundiais, do outro lado. Ambos são identificados como seleções brilhantes pela técnica e táctica. E então precisávamos da torcida. Os torcedores foram extraordinários no estádio ontem. Ainda posso sentir o estádio hoje. Na hora do hino nacional, mesmo quando a parte oficial tinha terminado, eles continuaram a cantar. Tudo bem, talvez tenha atrasado o jogo em dois minutos, mas não teve muita importância. Aquele momento foi fundamental para este sucesso.”

Os promotores do jogo sabem que esta paixão vai invadir o Gillette Stadium no dia 10 de Setembro. Mas, a paixão sem futebol de qualidade não consegue manter vivo o entusiasmo durante os 90 minutos.

Portugal defronta a Irlanda do Norte, em Belfast, em jogo de apuramento, a 6 de Setembro, viajando depois até Foxboro para defrontar o Brasil. Um triunfo sobre a formação Irlandesa melhorará as possibilidades de Portugal conseguir assegurar o segundo posto no grupo que lhe permita continuar a lutar por um lugar no Mundial de 2014 e decerto animará os espíritos dos adeptos locais.

Embora neste momento seja impossível determinar os plantéis que as duas selecções vão trazer até Foxboro, a lista de possíveis jogadores é deveras impressionante. Para além de Neymar, recentemente transferido para os espanhóis do Barcelona FC, o Brasil tem nas suas fileiras jogadores incríveis, como Fred, o avançado que andou algo esquecido e foi recuperado por Scolari, tornando-se uma das estrelas do torneio; o antigo portista Hulk, Thiago Silva e o ex-benfiquista David Luiz, para não falar em Marcelo, Daniel Alves e, possivelmente, Kaká.

Cristiano Ronaldo é a grande atração de Portugal, pois a grande estrela do Real Madrid é considerado o principal candidato ao prémio de Jogador do Ano da FIFA em 2013, mas a equipa inclui ainda Nani, do Manchester United; o guardião Rui Patrício, que está a ser recrutado por algumas das principais equipas da Europa; João Moutinho, médio incansável recentemente transferido para os novos milionários da Europa, os franceses do AS Monaco; o avançado Hélder Postiga, Pepe e Bruno Alves.

“Estamos muito entusiasmado por podermos conceder esta oportunidade de assistir ao jogo duma vida aos adeptos na nossa região que gostam tão profundamente destas duas selecções lendárias,” disse o presidente do Revolution, Brian Bilello. “Poder receber este jogo durante a janela oficial da FIFA, e, por isso, poder trazer os melhores jogadores dos dois países – e alguns dos melhores jogadores do mundo – significa que este será um evento verdadeiramente memorável para todos que a ele assistam.”

“Estamos muito entusiasmados por regressarmos ao Gillette Stadium e à área da grande Boston,” acrescentou José Maria Marin, Presidente da Confederação Brasileira. “A oportunidade de defrontar um adversário de classe mundial como Portugal é uma oportunidade empolgante e aguardamos com expectativa a oportunidade de poder tornar a jogar perante os nossos adeptos, de grande paixão, que residem na zona de Boston.”

“É sempre emotivo ir aos Estados Unidos e estou muito satisfeito por poder jogar contra Portugal em Boston no Gillette Stadium a 10 de Setembro 10,” disse Neymar. “A área de Boston tem uma grande população brasileira e por isso convido todos os nossos adeptos nos Estados Unidos a comparecer e a desfrutar do jogo.”

Condizente com o valor de duas das melhores formações do mundo, os bilhetes não são baratos, começando a $50. No comunicado, os promotores anunciaram que os bilhetes “vão ser colocados à venda ao público a partir das 10 da manhã na sexta-feira, 19 de Julho, através dos centros da Ticketmaster e nas bilheteiras do Gillette Stadium ou através do número 1-877-GET-REVS.”

Antes dessa data, “os proprietários de bilhetes da temporada para os jogos do Revolution e aqueles que compraram bilhetes para jogos múltiplos terão acesso uma série privada de pré-vendas a ter início às 10 da manhã da terça-feira, 9 de Julho.”

Na altura em que encerramos esta edição, ainda não foi divulgada qual a reação oficial da Federação Portuguesa de Futebol, mas decerto que esta não se vai fazer tardar pois qualquer jogo entre estes dois países irmãos, para mais tão perto do Mundial de 2014, decerto dará que falar.

ADVERTISEMENT